domingo, 31 de maio de 2009

BLOODLINERS: SALUBRI ANTITRIBU

Queridos e queridas! Daremos sequência hoje à nossa tão amada série (será?) Bloodliners. Neste post conheceremos os Salubri Antitribu. No RPG:

Os Salubri antitribu tem existido entre o Sabbat por um punhado de noites, provavelmente não muito antes disso. Durante esse tempo, porém, eles têm criado para eles reputação de fervorosos oponentes da Camarilla, quem eles culpam pela destruição, algum tempo atrás, de algum vampiro poderoso em sua linhagem, cujo nome foi esquecido nos tempos modernos. Os Salubri antitribu servem o Sabbat como guerreiros relutantes, facilmente distraídos por suas próprias buscas internas. Todos os Salubri antitribu adquirem um misterioso terceiro olho no centro de suas testas quando eles desenvolvem o segundo nível de sua Disciplina, Valeren, do mesmo modo que a linhagem Salubri independente. Diferente de outros Salubri, os Salubri do Sabbat quase sempre não se importam em esconder essa excentricidade, mostrando-a orgulhosamente como um anúncio da destruição que aguarda seus inimigos.”

As disciplinas desse clã no Vtes são: Auspex, Fortitude e Valeren. Essa última é própria dos Salubri Antitribu e é basicamente voltada ao combate agressivo. Além dos sabbat, também encontramos Laibons nesse clã. Vamos então dar uma olhada nas cartas destinadas a eles:


Crypt (mais relevantes):


Langa, 4, for VAL, (G4) – Esse cara pode entrar em combate com qualquer vampiro como uma D action. Enjoado.

Adonai, 7, for AUS VAL, (G2) – Pra quem leu a entrevista com o The Lasombra já conhece esse cara hehe. Pode entrar em combate com qualquer Camarilla, tem +1 Strength contra Tremere e +1 Bleed. Eu tenho medo dele. Você não?

Dela Eden, 8, cel dom AUS FOR VAL, (G3) – Esse cara deve ser o ponto de partida para qualquer deck Salubri Anti na minha opnião. Sabe porque? Além de ter todas as disciplinas do clã no superior e +1 strength, nosso amiguinho aí é grupo 3. Temos a leva dos Salubri Anti que saiu em Bloodlines grupo 2 e a leva que saiu em LoB sendo grupo 4. O Dela, mesmo saindo em LoB é grupo 3. Show de bola. Joga em qualquer deck. Além de se vestir no estilo toalha de mesa...


Library – Salubri anti:


Blessing of the Name, +1 Stealth Action, 1 blood – Pode ser usada por um Salubri Anti VIRADO e só pode ter uma dela na mesa. Escolha dois OUTROS minions que você controla e os desvire. Esses dois minions escolhidos têm +1 intercept e inflingem +1 damage com melee weapons. Na sua próxima untap phase você queima essa carta e VIRA os dois minions. Lê umas duas vezes que você entende. Eu acho interessante, mas não sei se poria em algum deck... sei lá.

Blooding by the Code, Master, 1 pool – Funciona como uma master discipline de Valeren para um Salubri Anti seu e ainda dá pra ele +1 strength. Maneeeera....

Brother in Arms, +1 Stealth Action, 1 pool – Requer um salubri anti acima de dois de capacidade. Essa carta se torna um non-unique salubri anti com dois de capacidade e um nível de Valeren. Mova um blood do acting vampire pra ele e ele não pode agir nesse turno. Durante sua untap phase, se você controlar mais ready Brothers in Arms do que ready Salubri Anti, queime o excesso de Brothers. É, se não fosse a última frase seria monstruosa mas... continua manera.

Path of Retribution, The, Master, 1 pool – Path típica dos Sabbat, para cartas de Valeren. Sempre é bom um pathzinho né...

Tracker`s Mark, Combat – Bote essa carta no oposing minion se ele sofreu dano durante o round e só uma vez por combate. Seus Salubri Anti tem +1 intercept pra bloquear ele. Se o oposing minion for baali ou tremere, esse Salubri Anti pode entrar em combate com ele com uma D Action. O minion com essa carta pode queima-la com uma +1 stealth D Action. Burn Option. Eu gostei, e você?


Library – Valeren


Armor of Caine`s Fury, Combat, 1 blood – Jogue antes do range. Em cada round esse vamp pode prevenir 1 damage do strike do oposing minion. Esse Salubri Anti não sofre com frenzy cards. No superior ele pode prevenir 2 damages. Boa demais hein...

Aversion, Reaction, 1 blood – No básico, você queima X de pool pra reduzir um bleed contra você em 2X+1 (uau!!!). No superior, ela só pode ser jogada quando um minion te bleeda com sucesso. Bote essa carta nele e ele tem -1 Bleed quando bleedar você. Qualquer minion pode queimar essa carta com uma +1 Stealth D Action. Show hein. Note que, no superior, não tem limite de cartas no mesmo vampiro.

Blissful Agony, Combat, 1 blood – No básico, só pode ser jogada de close range e antes do strike. O oposing minion toma 1 damage durante todos os strike resolutions deste combate, caso o round seja close range. No superior a doidera impera. Strike: Combate Ends e você escolhe um outro minion, mesmo controlado por outro mathuselah sem ser o do oposing minion. O minion escolhido e o oposing entram em combate. Haha.. show...

Burning Touch, Action Modifier – No básico, se a ação for bloqueada o blocking minion tem que queimar 1 blood/life ou pode desistir do bloqueio. No superior, +1 bleed e você não pode mais aumentar.

Eye of Unforgiving Heaven, Combat, Auspex & Valeren – Essa aí exige Auspex também. No inferior, seu strike é: 2R Agravados em todos os vampiros e demônios envolvidos no combate. Se o seu salubri anti for queimado durante esse strike resolution, você ganha 2 de pool. No superior, os 2R que o seu vampiro toma são normais e não agravados. Legal...

Gift of Bellona, Action Modifier – No básico, se uma ação de equip uma weapon for bem sucedida, desvire esse vamp. No superior, quando uma ação de equipar uma weapon da sua mão é bloqueada, antes do combate começar, seu vamp equipa do mesmo jeito a arma pagando o custo normal, só que ele só poderá usa-la após o primeiro round desse combate. Bem interessante.

Rayzeel`s Song, Action – No básico é bleed +1. No superior, é uma +1 stealth action para adicionar life a um aliado que tenha menos do que o seu starting life.

Sense Death, +1 stealth Action – Essa aí pqp... no básico, seu vamp entra em combate com um ready minion e terá um optional press nesse combate e no superior ele ainda ganha um manuever! Realmente amiguinhos... “Alugo slot em deck salubri...”

Sense Vitality, +1 stealth Action – No básico você resgata um vampiro de torpor pagando dois bloods a menos e no superior, você ainda move 1 blood pro vampiro resgatado. Não é de Obeah não? Rsrs....

Shadow of Taint, Action – No básico você move uma carta posta por outro mathuselah em um vampiro ready seu, em outro vampiro, de qualquer mathuselah, mais novo do que o que estava com a carta. No superior essa ação tem +1 stealth. Vale a pena? Sei lá...

Sword of the Righteous, Combat, 1 blood – No básico, jogue essa carta antes do range e escolha uma melee weapon neste vampiro. Durante o combate essa melee inflinge +1 damage e o seu dano será Agravado. No superior, além disso, seu vampiro ainda previne 1 dano neste round. Só uma dessas pode ser jogada por combate. E PRECISA DE MAIS???

Vengeance of Samiel, Combat, 1 blood – No básico, dá um strike de melee ou hand +1 e que não pode ser dodged. No superior esse strike é +2. Samiel danado...

Vistas as cartas, vamos as conclusões. Acho que a coisa que salta aos olhos é o poder bélico do clã. Realmente as cartas de combate são muito boas. Sword of Righteous agrava dano de melee weapon. Os decks salubri, por muito tempo, usavam uma carta chamada Weighted Walking Stick, uma melee que equipa antes do range ou então o combo com a Gift of Belona e outra melee qualquer.. E por alguns anos isso estava bom. Mas com o lançamento da Bundi, novos horizontes surgiram. Nada de temer mais as Immortal Grapples.

A primeira idéia de deck é o mais tradicional. Quando vemos um clã com Auspex, o tema Wall já nos vem a mente. Junte então Fortitude, para evitar Kiss of Rá e combates agressivos, e Valeren para o devido espancamento. Pronto. Você tem um wall Salubri Anti, fortíssimo:

Deck Name: Salubri Wall – G2-3 ( Tô com os três olhos no sinhô! )
Created By: Joo

Crypt: (12 cards, Min: 14, Max: 32, Avg: 5,91)
----------------------------------------------
3 Adonai for AUS VAL 7 Salubri Antitribu
4 Dela Eden cel dom AUS FOR VAL8 Salubri Antitribu
2 Kervos aus val 3 Salubri Antitribu
2 Thomas Steed ani aus val 4 Salubri Antitribu
1 Wolf Valentine for VAL 4 Salubri Antitribu

Library: (90 cards)
-------------------
Master (17 cards)
1 Auspex
1 Blooding by the Code
1 Fame
2 Path of Retribution, The
1 Pentex Subversion
1 Powerbase: Montreal
1 Rack, The
3 Rotschreck
1 Path of Lilith, The
4 Vessel
1 Haven Uncovered

Action (7 cards)
4 Sense Death
2 Sense Vitality
1 Revelations

Reaction (34 cards)
4 Eagle`s Sight
4 Enhanced Senses
3 Forced Awakening
2 My Enemy`s Enemy
3 On the Qui Vive
3 Precognition
3 Spirit`s Touch
6 Telepathic Misdirection
2 Steadfastness
4 Eyes of Argus

Combat (29 cards)
2 Armor of Vitality
1 Concealed Weapon
2 Eye of Unforgiving Heaven
2 Skin of Steel
2 Soak
2 Superior Mettle
5 Sword of the Righteous
3 Telepathic Tracking
5 Vengeance of Samiel
5 Weighted Walking Stick

Equipment (2 cards)
2 Bundi

Event (1 cards)
1 Dragonbound

Enjoado né? Lembra um pouco um Tzi, já que tem dano agravado e Rotschreck, só que não leva o Beijo do Passarinho. A segunda idéia é para tirarmos esses trazeiros tri-olhudos e preguiçosos da cadeira e começar a agir. É um rush bem certinho e efetivo:

Deck Name: Salubri Rush G3-4 ( They have a nose to sense too )
Created By: Joo

Crypt: (12 cards, Min: 14, Max: 32, Avg: 5,5)
---------------------------------------------
2 Aredhel aus FOR VAL 5 Salubri Antitribu
4 Dela Eden cel dom AUS FOR VAL8 Salubri Antitribu
2 Langa for VAL 5 Salubri Antitribu
2 Nkechi val aus for 4 Salubri Antitribu
2 Rashiel val for 3 Salubri Antitribu

Library: (90 cards)
-------------------
Master (16 cards)
2 Blooding by the Code
1 Fame
1 Fortitude
4 Haven Uncovered
3 Path of Retribution, The
1 Tension in the Ranks
4 Vessel

Action (10 cards)
4 Nose of the Hound
6 Sense Death

Action Modifier (7 cards)
2 Forced March
4 Freak Drive
1 Gift of Bellona

Reaction (15 cards)
4 Aversion
3 Eyes of Argus
2 On the Qui Vive
4 Telepathic Misdirection
2 Wake with Evening`s Freshness

Combat (38 cards)
4 Armor of Caine`s Fury
1 Concealed Weapon
2 Eye of Unforgiving Heaven
3 Skin of Steel
3 Soak
4 Sword of the Righteous
4 Target Vitals
4 Taste of Vitae
3 Telepathic Tracking
2 Tracker`s Mark
5 Vengeance of Samiel
3 Weighted Walking Stick

Equipment (3 cards)
2 Bundi
1 Kerrie

Event (1 cards)
1 Dragonbound

Nesse eu botei a Armor of Caines Fury, pois como é um deck de rush, estaria arriscado a levar Rotschreck (Frenzy). Como só o Dela tem AUS, optei por mais Aversions e menos T.Misdirection. Notem que as três cartas de Rush ( Haven Uncovered, Nose of the Hound e Sense Death ) são +1 stealth Actions, sinergia pura com as Freak Drives e Forced Marches. Oito dos doze vampiros são Laibon, então botei a Kerrie que, pelo que eu me lembre, é a única melee que dá dano ranged.

Bom galera, é isso aí. Espero que tenham gostado desta edição de Bloodliners. Sugestões e comentários são sempre bem vindos. Usem e abusem do terceiro olho! No bom sentido é claro...

segunda-feira, 25 de maio de 2009

SEM PRECONCEITOS!!!

Olá pessoal. Quando eu comecei a jogar, a edição mais recente era a KMW. Inclusive, o primeiro deck que eu comprei foi um Anathema. Eu chamo de deck porque vinha numa caixinha de papelão e estava escrito DECK nela. Procurem depois a listagem das cartas e vocês verão que de deck mesmo não tem nada hehehe. Bom, rememorando aqueles tempos maravilhosos de inocência, onde cada vp era orgásmico, eu me lembro que o sonho de consumo daquela época era montar um deck do tal ENKIDU. Quando você dá uma olhada no bicho, realmente te enche os olhos, por diversos motivos. Primeiramente a imagem. Realmente monstruosa e horripilante. Depois o número de disciplinas e a capacidade 11. Daí quando você lê que ele pode entrar em combate e que tem TRÊS de mão... você pira. Até esquece que ele é Red List e do especial com retainers.

Nesse espaço de tempo, já vi e montei no papel algumas listagens de decks multi-rush baseadas no nosso amigo Enkidu (vulgo Samantha). Inclusive, no meu playgroup, tem um jogador ilustre chamado Miguel D'avila, que tem um deck destes e que já teve milhares de variações. Por isso eu acredito que tenho certa propriedade para o assunto. Inclusive este post é dedicado a este tão amado player.

Bom, falando novamente sobre mim, eu estou aqui sempre divulgando e pregando que todos nós devemos conhecer cada meandro deste jogo para com isso termos uma noção exata de cada mesa que jogamos. Mas uma parte do Vtes realmente sempre me repeliu e nunca me despertou muito interesse: os IMBUED.

Acredito não ser o único que pensa que o lançamento deste tipo de cripta foi um engano por parte da white-wolf. Vemos que isto é verdadeiro quando lembramos do banimento de duas cartas envolvidas no monstruoso deck gerado da edição NIGHT OF THE RECKONING. Após esta medida drástica que irritou muitos jogadores e afetou decks de aliados como Shambling Hordes e War Ghoul, os decks imbued perderam muita força. Mas pera aí? Oque que tem o Enkidu a ver com as calças?

Logo quando lançaram o Night of the Reckoning, apareceram decklists colossais com milhões de eventos e uma cripta composta apenas por imbueds. Mas, em um forfun com Eduardo Kazan, vi ele jogando com um deck onde havia apenas um imbued em um papel coadjuvante. Achei muito interessante a idéia de mesclar vamps e aliados na cripta mas esse interesse foi se perdendo, na mesma proporção em que meu ódio pelos imbued foi aumentando. Mas vamos deixar os ressentimentos de lado! Montando pela décima vez uma decklist de multi-rush do Enkidu me surgiu a idéia de juntar a ele alguns mortais danados. A idéia do deck é fazer com oque o Enkidu passe o rodo na sua presa para depois os imbued irem bleedando de 2 com Strike with Conviction. Confesso que a mistura não foi muito ousada, eu admito! Mas já é um começo né. Segue a decklist:

Deck Name: ENKUIDU
Created By: JOO

Crypt: (12 cards, Min: 11, Max: 44, Avg: 5,91)
----------------------------------------------
4 Enkidu for ANI CEL OBF POT PRO11 Gangrel Antitribu
1 Liz 'Ticket312' Thornton INN RED 2 Innocent
1 Inez 'Nurse216' Villagrande INN 3 Innocent
1 Beatrice 'Oracle171' Tremblay VEN INN 3 Innocent
1 Francois 'Warder' Loehr DEF JUD 3 Judge
1 Maman Boumba INN MAR 4 Martyr
1 Jennifer 'Flame61' Vidisania VEN VIN 4 Avenger
1 Pedro Cortez VEN MAR 4 Avenger
1 John 'Cop90' O'Malley JUD VEN 4 Avenger

Library: (90 cards)
-------------------
Master (16 cards)
2 Fame
4 Haven Uncovered
2 Minion Tap
2 Vessel
1 Rack, The
1 Tension in the Ranks
1 Pentex Subversion
2 Wash
1 Secure Haven

Action (9 cards)
6 Sense Death
3 Bum`s Rush

Action Modifier (8 cards)
8 Forced March

Reaction (10 cards)
4 On the Qui Vive
4 Sense the Savage Way
2 Delaying Tactics

Combat (38 cards)
8 Psyche!
6 Blur
3 Pursuit
3 Drawing Out the Beast
7 Taste of Vitae
4 Flesh of Marble
4 Armor of Vitality
3 Claws of the Dead

Ally (1 cards)
1 Gregory Winter

Retainer (1 cards)
1 Mr. Winthrop

Equipment (2 cards)
1 Ivory Bow
1 Sport Bike

Event (1 cards)
1 Unmasking, The

Conviction (4 cards)
4 Strike with Conviction

E aí, gostou? E você? Tem algum deck que misture Imbueds e Vampiros ou conhece algum? Conta pra gente e se possivel posta a decklist aqui nos comments. Valeu galera!!

Quase Lá!

Fala aí galera!! Lá no EXTRALA postaram uma muito provavel lista das library cards da nova expansão Laibon. Uma dela é:
Bamba (EK:C)Cardtype: ActionCost: 1 blood
Requires a non-sterile Laibon with a capacity of 4 or more. +1 stealth action.Put this card in play. It becomes a 1 capacity non-unique Laibon of the same clan and cannot act this turn. if the acting Laibon is a Magaji you may search your library,hand,ash heap for a master: discipline card to play on this vampire (pay cost as normal) and you may move 1 blood from the that Magaji to this Laibon.
hehe valeu... post novo essa semana. bye!

domingo, 17 de maio de 2009

ENGLISH VERSION: The Calm Before the Storm

Today it starts the English Version posts here. Once a month I will pick an earlier post originally in Portuguese and will translate to the rest of the world. Hope you all enjoy!

THE CALM BEFORE THE STORM
How many time you’ve seen a player (maybe you) that don’t have enough votes, to call a referendum and make stupid deals just to make that referendum passes? And at the end of the turn, when he draws his discard replacement, it is an Awe that would make his will to prevail on terms. Well, if with that stupid deal he killed his prey or could make it through another two or three turns, that’s ok. But many times we see players hasting actions (not only politics), and having bad consequences. Sometimes we have a problem on waiting. That’s our generation problem and reflects on Vtes too.

We think that by the time we have a card on our hand, we must play it at any cost. Understand, im not here preaching about a slow and boldness Jyhad. I’m only reminding that, sometimes, there’s a better time than NOW.

Timing, as in comedy, is fundamental to achieve success in this game. And this is not only true on politics. With a rush combat deck for example: Finally you draw that precious Haven Uncovered. You, without thinking twice (sadly), place it on your prey’s Arika. But, after few seconds, you realize that your Jimmy Dunn is empty, and must hunt, and your Pug Jackson have only one blood, not enough to put a full Inner Circle down at the moment. Your preys turn starts and that little bruised Arika (maybe a black eye) taps and burns the Haven Uncovered, freakdrives and falls into her prey. Wouldn’t be better wait a turn to rush Arika in gang-bang style? Surely! And we still are missing a really strong factor that inspired me to name this post. The Surprise Effect.

A turn of hunt in a B&S deck may calm down your prey, making he/she think that you hand is jammed maybe, and turning his/her eyes to another point of threat on the table. Once more the dissimulation shows his power, providing a killing (literally) next turn. Don’t be tied on the examples that I gave here. The timing variant is important in every strategy/deck.

To know the right time to blow a strike is one of the most important things in a duel. Ok? Hope you enjoy and… talking about timing… what time is it? o.O

quarta-feira, 13 de maio de 2009

GLOSSÁRIO VTES: Wall

Conversaremos hoje sobre um dos tipos mais complicados de deck para se pilotar: O Wall. Esse tipo de deck é baseado em intercept. Mas não é um ou outro Leg Work perdido na library não... é realmente focado em parar, embarreirar, anular, impedir e bloquear as ações que lhe pareçam inconvenientes e, na maioria das vezes, prejudicar os inimigos no combate. Mas existe uma dificuldade. Você precisa ter um discernimento afiado para analisar e escolher certo o que bloquear. Não só pela provavel falta de intercept para bloquear TUDO, mas também pelo fato de entender que em certos momentos a mesa deve fluir, seja para aliviar o table hate, seja para que a mesa não penda demais para um lado que não seja favorável para você.

Mas não é só isso. Outro problema que encontramos em decks deste tipo, é que por diversas vezes o deck não tem um sistema efetivo de ousting (matar a presa). O deck fica lá, paradão, destruindo toda e qualquer chance do predador mata-lo, porém enquanto isso a presa dele roda a mesa e chega com 30 de pool para o confronto final. E por isso, um bom deck wall deve ter em sua confecção um espaço destinado a ISCAS.

Iscas são cartas que chamarão a atenção da mesa para sua área de jogo. Cartas que terminam seus textos geralmente com a famosa frase: “This card may be burned (stealed) by any other minion as a (D) action.”. Cartas que lhe trazem grande vantagem, mas que podem ser roubadas ou queimadas com uma D action que, a princípio, você será capaz de interceptar. Alguns exemplos de boas iscas são:

- Powerbases
- Pentex Subversion
- Path of Lilith
- The Rack
- Smiling Jack, The Anarch
- Ações que ficam na mesa (Revelations, Army of Rats, Constant Revolution, etc.)

Cartas assim fazem com que a tonelada de intercept em sua library faça sentido. Atrai, principalmente, sua presa para cima de você. Outra coisa que ajuda você a por pressão na sua presa é poder bloquear qualquer ação dela, inclusive os bleeds no seu cross. Que eu me lembre, existem apenas duas maneiras disto acontecer. Ou você monta um deck com a Anneke que pode bloquear qualquer ação da mesa, ou então poe no seu wall uma dessas duas cartas: Eagle’s Sight e Falcon’s Eye, que fazem a mesma coisa. O problema é que a primeira é de Auspex e a segunda de Spiritus. E é aqui que começamos a ver as disciplinas e os clãs que povoam as decklists wall.

Pelas disciplinas começamos com a óbvia Auspex. É de longe a disciplina com mais cartas dedicadas ao intercept, incluindo a amada Telepathic Misdirection para passar os bleeds e a Eagle’s Sight já citada. Sabendo disto, filtramos os clãs que possuem Auspex:

Toreadores: Como as disciplinas do clã não prejudicam tanto no combate (celerity entra como coadjuvante), esse tipo de deck usa geralmente o combinho Concealed Weapon + .44 Magnum ou outra arma equivalente.

Tremeres: Esse clã já possui uma forma de agressão. Thaumaturgia é uma das disciplinas mais temidas no combate.

Osebo: Potencia, Celerity e Auspex. Não tem muito o que falar né...

Salubri Antitribu: Wall conhecido também. Geralmente calcado em melee weapons, aproveitando o efeito da Sword of the Righteous. Legal que o clã tem fortitude, não toma Kiss of Ra.

Ventrue Antitribu: Também não toma kiss of rá, mas em compensação nenhuma disciplina agressiva. Mas agora com Target Vitals né... nunca se sabe.

Malkavian: Assim como os Ventrue acima, não são walls muito comuns. Com a ajuda das Disguised Weapon, pode ser bem efetivo no combate, sem esquecer da Coma.

Tzimisce: Talvez o wall mais temido, esses escultores da carne realmente fazem estrago com seus danos agravados de Vicissitude. Pro fim do post eu mostrarei um decklist desse.

Mas não é só de Auspex que os walls são feitos. Animalismo também pode proporcionar grande quantidade de intercept. Além de cartas como Cat’s Guidance, Sense the Savage Way e Instinctive Reaction, temos também o auxílio dos retainers Raven Spy e Raptor. Ahrimane é um bom exemplo de deck wall que utiliza animalismo, combinado com as cartas de Spiritus. Gangrel também figura nesse campo, ainda mais agora com o lançamento da Steadfastness. Bom, vocês podem não ter se ligado, mas existe um clã que engloba essas duas principais disciplinas. Os Tzimisce. Vamos ver um exemplo de decklist desse tão temido wall.

Deck Name: Tzimisce Flesh Wall
Created By: Joo
Crypt: (12 cards, Min: 21, Max: 37, Avg: 7,25)
----------------------------------------------
2 Caliban ANI AUS VIC 6 Tzimisce
1 Corine Marcon ani AUS VIC 6 Tzimisce
1 Devin Bisley vic ANI AUS 5 Tzimisce
1 John Paleologus pot ANI AUS CEL VIC9 Tzimisce
1 Kazimir Savostin ani pot AUS VIC 7 Tzimisce
1 Lambach pre ANI AUS DOM VIC10 Tzimisce
1 Little Tailor of Prague dem ANI AUS VIC 8 Tzimisce
1 Lolita Houston aus VIC 4 Tzimisce
1 Meshenka ANI AUS VIC 8 Tzimisce
1 Stravinsky pot ANI AUS VIC 9 Tzimisce
1 Velya for ANI AUS PRE VIC9 Tzimisce

Library: (90 cards)
-------------------
Master (18 cards)
1 Direct Intervention
1 Fame
1 Library Hunting Ground
1 Path of Lilith, The
2 Path of Metamorphosis, The
1 Pentex Subversion
1 Powerbase: Montreal
1 Rack, The
3 Rotschreck
3 Smiling Jack, The Anarch
3 Vessel

Action (3 cards)
1 Army of Rats
2 Nose of the Hound

Reaction (34 cards)
3 Cats` Guidance
6 Eagle`s Sight
4 Enhanced Senses
2 Eyes of Argus
1 My Enemy`s Enemy
2 On the Qui Vive
3 Precognition
3 Read the Winds
2 Sense the Savage Way
3 Spirit`s Touch
5 Telepathic Misdirection

Combat (30 cards)
2 Breath of the Dragon
1 Canine Horde
4 Carrion Crows
7 Chiropteran Marauder
4 Horrid Form
2 Inner Essence
4 Starvation of Marena
4 Taste of Vitae
2 Telepathic Tracking

Equipment (4 cards)
1 Bowl of Convergence
1 Femur of Toomler
2 Leather Jacket

Event (1 cards)
1 Dragonbound

O deck é focado no Smiling Jack para um oust mais efetivo. A cripta que eu escolhi pode gerar alguma divergência. O grande número de masters se dá em função de que as vezes (quase sempre) o deck wall tem uma troca de cartas precária e ter sempre uma master na mão pra jogar é um alívio ( a promo Marrakech Codex será de muito bom grado). Vocês podem notar a imensa VARIEDADE de intercepts. Auspex + Animalism realmente é show. Mas é aquele negócio, não espere fazer amigos jogando com esse deck. A palavra mais dita quando se pilota um desses é: NÃO.

Outro tipo de wall é o wall de mesa. São decks baseados em conseguir os intercepts necessários com locations (KRCG News Radio, Rummors Mill, etc), retainers (mr. Wintrop) e equipamentos (sport bike, bloodstone, etc.). Porém não são muito efetivos contra decks swarm (baseados em muitos vampiros).

Se você está interessado em montar um desses, eu aconselho a não focar o seu deck em apenas um vampiro. Tudo bem se você basear em um vampiro mas levantar alguns ajudantes, mas um deck wall com apenas um minion fica muito vulnerável a cartas como Elder Impersonation, Pentex Subversion, Seduction, etc.

Bom, é isso, são muitas as possibilidades quando se pensa em um deck wall. Tomara que eu tenha aguçado a vontade de vocês. Mandem pedidos e idéias para posts minha gente. Comecei num trabalho novo hoje e meu tempo livre para imaginar matérias será reduzido hehe... valeu bloggers!!!

domingo, 10 de maio de 2009

DISCIPLINAS INTRUSAS

Fala ai galera. Hoje vamos conversar sobre disciplinas intrusas. Todos nós sabemos que os clãs têm geralmente 3 disciplinas base. Três disciplinas que figuram quase sempre juntas nos vampiros do mesmo clã. Só que existem alguns casos em que um clã possui uma quarta disciplina. Uma disciplina fora das três clássicas que aparece numa quantidade razoável de vamps do mesmo clã. A vantagem é que muitas vezes essa quarta disciplina “conserta” o clã, proporcionando algo que o clã não tinha ou que tinha de maneira precária. Vamos ver alguns exemplos mais conhecidos:

Ventrue High Cap
Disciplina intrusa: Obfuscate
Estratégia do deck: Bleed & Vote
Vampiros chave: Arika, Lucinde Alastor, Queen Anne, Marcus Vitel
Observação: Bom, o deck tem títulos/votos, bounce, várias ações com o auxilio da fortitude... mas também muita dificuldade em passar suas ações pois lhe falta o stealh. E é aí que nossa doce intrusa cai como uma luva. O obfuscate presente nos vampiros citados é a chave pra tranqüilidade na pilotagem deste tão temido deck.

Eurobrujah
Disciplina intrusa: Dominate
Estratégia do deck: Rush / Toolbox.
Vampiros chave: Theo Bell, Constanza Vinti, Donal O`Connor, Anvil.
Observação: Deck famoso e eficiente. Além de usar a parte dos princes para cartas como Parity Shift e Second Tradition, o deck usa a Dominate para principalmente bounce, mas também podemos encontrar algumas conditioning, governs para bloat e principalmente Graverobbing.

Brujah/Brujah antitribu
Disciplina intrusa: Fortitude
Estratégia do deck: Vote
Vampiros chave: Hektor, Armin Brenner, Dmitra Ilyanova, Jann Berger.
Observação: Deck novo que vem se mostrando uma potência (sem trocadilhos). Os vampiros titulados e as disciplinas dão o vote lock necessário. A Fortitude entra tanto para freak drive/forced march quanto para um auxílio no combate, seja ele agressivo ou defensivo.

Toreador Grand Ball
Disciplina intrusa: Dominate
Estratégia do deck: Vote
Vampiros chave: Anson, Alexandra, Anneke.
Observação: O deck é bem sólido e seguro, porém nossa querida Dominate entra como a cereja no bolo. O deck age de maneira imbloqueável, mas sofre demais com decks de rush/immortal. Então, aproveitando a disciplina intrusa, usamos algumas Obedience, só pra deixar o deck um pouquinho mais nojento hehe.

É claro que existem outros decks deste tipo, estes citados foram apenas alguns que eu acho os mais fortes. E você? Tem algum deck com uma disciplina intrusa? Conhece algum outro deck desse tipo competitivo e/ou interessante? COMENTE!!! Hehehe valeu!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

REPORT: Reindocrination Tournament

Olá pessoal. Neste domingo (03/05/09) organizei aqui em casa um campeonato. Infelizmente alguns jogadores não puderam comparecer, por isso só tivemos 10 pessoas. Eu escolhi jogar com meu Presence vote de low/mid caps baseado no Victor Pelletier. Fiz algumas mudanças nele e queria testar. Os demais jogadores vieram pro torneio assim:

Reginaldo – KoT Brujahs Bruise & Bleed.
Thais – Ravnos B&S
Sílvio – Giovanni g2/3 Bleed
Renan – Um wall tremere com Viciscitude
Silva – Lasombra g3/4 B&S
Thiago Souza – Brujah/!Brujah bruise&vote
Gabriel Dávila – Enkidu
Miguel Dávila – Old Innercircles
Tomás de Luna – Malk g4/5 Vote

Mesa 1

Eu >
Silvio >
Silva >
Reginaldo >
Thais.

Comecei com muita sorte. Primeiro pensei que o deck do Silvio era um Bruise & Bleed mas logo vi que não. Levantei a Dirk e o Victor. Veio a única Práxis do deck e transformei a Dirk em Prince de Atlanta. Do outro lado da mesa o Silva ia minando o pool do Reginaldo que jogava com um deck montado as pressas. Thais veio com a mão meio travada e não foi grande problema. As cartas vieram na seqüencia perfeita e eu tinha o controle dos votos e 4 vamps. Matei o Silvio e em seguida o Reginaldo conseguiu tirar a Thais surpreendentemente (pro resto da mesa que não sabia da parte de bleed do deck). No turno seguinte eu tirei o Silva. Nesse ponto eu já tinha uns 20 de pool e o Reginaldo uns 8. Não demorou muito.

Eu 1 gw e 4 vps / Reginaldo 1 vp.

Mesa 2

Eu >
Thiago >
Silva >
Renan >
Silvio.

Mesa muito rápida pra mim infelizmente. O Sílvio veio pesado. Reduziu meu pool muito rápido. Thiago tinha levantado o Armin Brenner e eu não tive dúvidas quando veio a Temptation of Greater Power na minha mão. Dei target no Armin que foi bem disputado. Continuou com o Thiago, mas ele teve que pagar 18 de pool (amo essa carta.... amo mesmo...). Quando passei o turno o Thiago tinha 8 de pool e eu tinha 3 vampiros. Tinha esperanças, mas ele jogou uma minion tap e me complicou. No turno do Silvio ele não conseguiu me matar por milagre. A se não fosse a minion tap... Só tive mais 1 turno nessa mesa...

Silva 1 gw 3 vps / Silvio 2 vps.

Mesa 3

Eu >
Reginaldo >
Silvio >
Thiago >
Tomás.

Outra mesa que foi rápida pra mim. Pqp... meu deck chama no mínimo 2 votações por turno e meu predador levanta de cara o Lutz. Bateu aquele desânimo... Nem vou comentar hehehe...

Silvio 1 gw 4 vps / Tomás 1 vp

Mesa final.

Eu >
Tomás >
Renan >
Silva >
Silvio.

Bom, quando eu vi que meu predador era o Sílvio e que o predador dele era também um bleed de dominate eu realmente vi que não tinha muito futuro. Levei o jogo na boa mas foi complicado. O Silva está começando a jogar agora e como predador do Silvio foi um ótimo propulsor hehehe Sílvio rodou a mesa sem muitas dificuldades. Parabéns Sílvio!!! Você é o cara! ; )

Obrigado a todos que participaram e que entenderam minha condição (estava e ainda estou doente...dor de garganta... ). O campeonato correu sem problemas e todo mundo se divertiu. Mais uma vez parabéns ao Sílvio, o dono dos decks mais temidos do Rio. Decididamente deve ser alvo de todos os jogadores nas suas futuras mesas hahaha Valeu galera!!!

ps.: ele me prometeu passar a listagem do deck preu postar aqui... vamos ver.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

EBONY KINGDOM CHECKLIST

A White Wolf já deu uma mostra do que virá em Ebony Kingdom:

http://www.white-wolf.com/vtes/index.php?line=Checklist_EbonyKingdom

O que que vocês acharam? Valeu!